sábado, 17 de janeiro de 2015

Homem é resgatado 24 horas após cair em poço de 12 metros no Piauí

Vítima se encontrava sentada à espera de socorro (Foto: kairo Amaral/PortalCostaNorte)Vítima se encontrava sentada à espera de socorro (Foto: kairo Amaral/PortalCostaNorte)
Um homem de 35 anos caiu dentro de um poço com 12 metros de profundidade na localidade Quilômetro 12, na zona rural de Parnaíba, litoral do Piauí. O acidente ocorreu nessa quinta-feira (15) e a vítima só foi localizada quase 24 horas depois do ocorrido. O resgate levou cerca de uma hora para ser concluído. Equipes do Corpo de Bombeiros e voluntários da localidade trabalharam na remoção da vítima.
Bombeiro se prerara para descer e resgatar vítima, no Piauí (Foto: Kairo Amaral/Portal Costa Norte)Bombeiro se prerara para descer e resgatar vítima
(Foto: Kairo Amaral/Portal Costa Norte)
Resgate durou aproximadamente uma hora  (Foto: kairo Amaral/PortalCostaNorte)Resgate durou aproximadamente uma hora
(Foto: kairo Amaral/PortalCostaNorte)
Segundo o major Rivelino Moura, do Corpo de Bombeiros, Francisco José da Silva não existem detalhes de como o homem caiu no buraco. “Mesmo com esse tempo todo desaparecido nós só recebemos o chamado por volta das 17h dessa sexta-feira (16). Ainda não temos detalhes de como foi que ele caiu no poço, que não possuía água. O homem se encontrava sentado à espera de socorro e foi retirado do local sem nenhum ferimento”, contou.

Ainda de acordo com o oficial, a maior dificuldade dos militares foi devido a profundidade do poço. “O local tinha uma profundidade considerável e por isso causou certa dificuldade. Depois de aproximadamente uma hora conseguimos realizar o salvamento”, afirmou o major.

Após o resgate, a vítima foi imobilizada e recebeu os primeiros atendimentos no local. Logo em seguida os bombeiros o encaminharam até o Pronto Socorro do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda). "Ele não teve lesões graves, apenas pequenos arranhões, mas encaminhamos ao hospital para que possa ser examinado melhor e receba os cuidados médicos", revelou o bombeiro.

0 comentários:

Postar um comentário